Tabela nutricional descomplicada: saiba o que é saudável e que não é!

 

Oi gente, tudo bom?

 

Me diz uma coisa, quando você está no mercado, como você define se um produto é saudável ou não?

 

Você vê produtos com letras gigantes dizendo que são ricos em fibra, zero, integral e acha que ta ok?

 

CUIDADO, você está sendo enganado!

 

Muitos produtos que vemos por aí se vendem como saudáveis, mas na verdade tem açúcar, farinha branca, sódio e um monte de coisa ruim.

 

Semana passada escrevi esse post sobre como variar nas compras de mercado e lá comentei justamente sobre esse cuidado na hora de fazer suas compras.

 

Mas como você faz isso sendo que o produto tem mil informações e números que não fazem sentido nenhum?

 

Fica tranquilo, que é muito mais fácil do que parece!

 

Então continue lendo para saber como a que pontos você deve ficar atento, como ler a tabela nutricional e como fazer escolhas melhores na hora das compras!

 

Ingredientes:


A informação mais importante que você deve olhar.

 

Os ingredientes do produto são descritos na ordem de quantidade, ou seja, o primeiro ingrediente é sempre o que tem mais no produto.

 

Fuja dos alimentos que tem açúcar, farinha e óleos já de cara, esses são os piores.

 

Essa dica é ótima para olhar os alimentos integrais, que normalmente tem mais farinha branca do que farinha integral (e isso é muito comum mesmo viu).

 

Segundo ponto: se na lista de ingredientes tem muitos nomes estranhos e que você não conhece, já descarta.

 

Provavelmente a coisa não é boa. Eles devem ser nomes de conservantes, corantes, nomes bonitos para açúcar, nomes chique pra gordura, etc.

 

Lembre-se que quanto mais natural o alimento, melhor!

 

Tabela Nutricional


Aí a gente entra numa parte mais específica. A tabela nutricional mostra tintin por tintin as quantidades de carboidratos, proteínas, gorduras, açucares, vitaminas, sódio, etc.

 

rotulo1

 

Porção

Os dados que estão ali são referentes a uma porção, que é a quantidade média que a empresa definiu que a pessoa deve consumir.

 

Ou seja, não é a informação do pacote todo, mas só uma parte dele. A quantidade da porção varia de produto para produto e ela está sempre descrita no início da tabela, em gramas ou em medidas caseiras como 2 colheres de sopa.

 

%VD

O %VD que fica ali do ladinho de cada nutriente significa o percentual que você está consumindo, considerando o que você deveria consumir o dia todo daquilo.

 

Vou exemplificar para ficar mais fácil de entender:

 

Se ali está dizendo que o %VD de carboidratos é 5%, isso significa que se você comer aquela porção, você estará consumindo 5% do que você poderia consumir de carboidrato o dia todo, entendeu?

 

Eles levam em consideração uma dieta de 2000 kcal. O %VD foi pesquisado em cima de uma média da população, então é meio relativo dizer que isso serve para todo mundo.

 

Cada um tem um objetivo, uma dieta, uma rotina e um gasto calórico diferente e por isso não é igual para todos.

 

Essa é apenas uma referencia para ajudar a comparar a quantidade de cada nutriente, pois a mesma quantidade em gramas de carboidratos e proteínas podem representar percentuais diferentes na dieta:

50g de carboidratos = 5% do que você deve consumir no dia

50g de proteína = 10% do que você deve consumir no dia

*Valores totalmente chutados só para explicar o conceito, tá?
 
Ou seja, a proporção que você tem que consumir eles no dia pode ser diferente.

 

Se ficar alguma duvida sobre isso, comenta aqui que a gente ajuda! 😉

 

Calorias

 

O valor energético que está escrito ali é a quantidade de energia que é produzida pelo corpo a partir do alimento que ingerimos.

 

Normalmente ele aparece em quilocalorias (kcal) e quilojoules (KJ).

 

As pessoas normalmente valorizam muito esse item, pois está muito ligada ao controle de peso.

 

Se você consome mais do que gasta, você vai acumular essa energia das calorias na forma de gordura, mas se você consome menos do que gasta, você emagrece.

 

É importante lembrar que isso não é tudo que influencia e que não é porque um alimento é menos calórico que o outro que ele te fará emagrecer.

Exemplo:

1 bombom tem as mesmas calorias que 2 cenouras inteiras.

As cenouras darão saciedade e energia enquanto o bombom será digerido rapidamente, te deixando com fome muito mais rápido e desacelerando seu metabolismo.

Ou seja, apesar de eles terem a mesma quantidade de energia ou calorias, a reação que cada um tem no corpo é diferente.

*De novo, exemplo totalmente fictício, mas a lógica é essa.

 

Macronutrientes

 

Ai vem, carboidratos, proteínas, gorduras, fibra alimentar, sódio, etc. Não vou me aprofundar muito em cada um, pois isso é assunto pra outro post, então vamos pelo geral.

 

Carboidratos

Eles não são vilões, eles são a nossa principal fonte de energia. Você tem que tomar cuidado pois essa energia é liberada rapidamente no corpo e se você não gasta, ela se acumula como gordura.

 

Proteínas

São utilizadas na construção de músculos, eles dão saciedade por mais tempo, então normalmente valorizamos o %VD destes.

 

Gorduras

São fontes de energia e ajudam na absorção de vitaminas, mas lembre-se que existem as boas e as ruins.

 

Cuidado com a gordura trans, ela normalmente está presente em industrializados e faz muito mal para a saúde.

 

As gorduras saturadas são de origem animal e as insaturadas, que são consideradas mais saudáveis, são de origem vegetal.

 

De qualquer maneira, essas gorduras devem ser consumidas com moderação, então preste atenção neste %VD.

 

Fibras alimentares

São importantíssimas para o corpo. Elas ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue e fazem o intestino trabalhar melhor.

 

A maioria das pessoas não consomem a quantidade recomendada de fibras, então tente pegar produtos com isso em maior quantidade.

 

Sódio

É basicamente o sal, ele faz você reter líquidos e em excesso pode trazer grandes problemas para a saúde.

 

Os produtos industrializados estão lotados disso, então muito cuidado, tente não pegar alimentos com um %VD muito alto.

 
 


Concluindo – Como fazer melhores escolhas


Então recapitulando,

 

  1. Sempre verifique o rotulo do produto.
  2. Leia os ingredientes, eles são listados na ordem de quantidade.
  3. Evite alimentos com muito açúcar, farinha branca e oleos
  4. Se tem muitos nomes que você não conhece, não arrisque
  5. Valorize mais o efeito que o alimento tem no corpo do que suas calorias
  6. O %VD é apenas uma referencia de acordo com a média da população
  7. As quantidades de cada macronutriente varia de pessoa para pessoa, então é importante se consultar com um nutricionista para saber o que funciona melhor para você!

 

A primeira vez que você fizer essa consulta, vai demorar mais para entender tudo, mas com o tempo você pega pratica!

 

Ai vai ser só de bater o olho no produto e você já vai saber se ele é saudável ou não. E aí não tem mais o risco que comprar produtos que só se vendem como saudáveis, mas não é nada disso…

 

Pra dar mais uma ajudinha, logo, logo vou colocar aqui os “raio X” dos alimentos que encontramos no mercado!

 

Então, ficou mais fácil de entender todas aquelas informações? Você já tem o hábito de ler os ingredientes e a tabela nutricional? Comenta aqui embaixo!

 

Compartilhe esse post com seus amigos para que eles não caiam mais em enganações e saibam direitinho o que estão consumindo! 😉

 


Lou Caselli

Publicitária, criadora do blog Live' n Style, praticando equilíbrio, em busca de bem estar

Related Posts

Faça você mesmo seu spa em casa e renove suas energias

Lou Caselli

19 de março de 2017

Outros

No Comment

E ai gente,   Início do ano é bom para acalmar os ânimos e pensar com calma em tudo o que você quer fazer da vida…   Mas como você consegue fazer isso se você tá num ritmo frenético e não consegue colocar a cabeça no lugar?   Não dá né? Então, hoje, domingo, dia de descanso, vim compartilhar algumas dicas para você fazer um “spa em casa” e renovar todas as suas energias!   Vou te ensinar a deixar seu banho bem relaxante e não é porque você não tem banheira (que é o caso da maioria das pessoas) que não pode aproveitar!   Além disso, vou te falar como fazer uma esfoliação especial em casa que ajuda a diminuir a celulite e melhora a circulação.   Passo a passo:   Antes de chegar no chuveiro, pegue algumas velas e espalhe pelo banheiro. Se elas tiverem cheiro, melhor ainda. Ligue uma música tranquila no seu celular ou em algum aparelho de som. Tem várias playlists no spotify por exemplo. Ligue o chuveiro o mais quente possível e feche todo o banheiro para fazer bastante vapor por uns 2 minutinhos. Enquanto isso, vá até a cozinha e pegue o borra do café que ficou no filtro da cafeteira, uma toalha de rosto e traga para o banheiro. É sério, confia em mim! =) Agora ta na hora de entrar no banho. Deixe apenas a luz das velas e regule a temperatura de acordo com a sua preferência. Agora, pegue a toalha de rosto, coloque nas costas e deixe a água quente cair sobre os ombros. Fique assim alguns minutos para tirar a tensão. Respire lentamente e feche um pouco os olhos. Agora é a hora de fazer a sua esfoliação: pegue um pouco da borra de café e vá massageando o corpo todo. Se quiser uma esfoliação mais pesada, misture o café com açúcar cristal e um pouco de azeite. Enxágue todo o café e se ensaboe normalmente. Para finalizar, hidrate sua pele com um óleo de banho ou com um hidratante quando sair do chuveiro. Saia do banho e tente fazer atividades tranquilas como ler um livro ou fazer um alongamento.   Um tempo só seu Se você seguir todas as dicas vai ficar melhor, mas não tem problema se não puder fazer todas.   O importante é pegar um tempinho para se dedicar ao seu bem estar! Você pode fazer esse banho sempre que estiver estressada para relaxar ou sempre que tiver vontade, porque é muito bom!   Parece brincadeira, mas isso pode mudar a sua semana. Porque não adianta cuidar do corpo, se a sua mente não está legal!   Live’n Style é estar bem em todos os sentidos da vida, é querer estar bem, então aproveite esses pequenos momentos para cuidar de você!   Se você tem mais dicas de relaxamento que podemos usar, comenta aqui embaixo! E se você sabe de alguém que tá precisando de uma pausa, compartilhe esse post! =) Relacionado

Read More

Chá e seus benefícios: saiba em que situações tomar cada tipo!

Oi gente, tudo bom?   O inverno é o tempo perfeito para pegar um livrinho e tomar um cházinho debaixo do cobertor né? Mas não é só pra esses momentos que um cházinho vai bem viu! Tomar chá traz vários benefícios e se eu fosse você, incluía já no seu dia a dia.   O chá é a bebida preparada através da infusão de folhas, flores, raízes e frutos. Muito comum de ser ver em filmes como algo do cotidiano inglês, acredita-se que o chá surgiu na China como uma erva medicinal. Hoje em dia, ganhou um papel social na rotina das pessoas, mas ainda é muito utilizado pelos seus benefícios.   Continue lendo esse post para saber como prepará-lo, quais chás tomar para ter cada tipo de benefício (como diminuir a retenção de líquidos, acelerar o metabolismo, diminuir a TPM, etc), e remédios caseiros utilizando o chá.   Como fazer:   Com inúmeras opções de sabores, ele pode ser tomado quente ou frio (para aqueles dias de calor, sabe?) e existem muitas formas de você fazer:   Chá de saquinho: O mais comum, você coloca na água e espera alguns minutinhos até ficar pronto. Chá em pó: não precisa nem esperar, só misturar e tomar Chá de ervas e frutas em natura: Essa é um pouquinho menos prática. Você precisa esquentar a água, colocar a erva ou fruta (pode ser a casca também), abafar por alguns minutos e coar. O sabor dessa versão é muito mais acentuado que as versões de saquinho (boa opção para quem acha o chá meio sem graça, você pode deixar mais forte de acordo com a sua preferencia). Chá de lata: De certa forma, é a mais prática e é facilmente encontrada em lanchonetes, restaurantes, etc. Só tem que tomar muito cuidado pois muitas delas tem açúcar e conservantes, prefira o mais natural possível. Diga-me o que quer e direi qual chá tomar   Gente, quando eu falo que o chá tem muitos benefícios, não estou brincando, é muita coisa mesmo. Existem estudos que comprovam que alguns tipos de chá podem prevenir diabetes, doenças cardiovasculares e até o câncer. A maioria deles ajuda na digestão, mas cada erva, fruta, ou raiz tem funções específicas. Então, separei alguns benefícios interessantes para mostrar pra vocês.   *Se você é hipertenso, está grávida ou tem algum problema de saúde, converse com seu medico para saber quais chás você deve evitar! 😉   Diminuir o apetite Existem alguns chás que podem ajudar você a comer menos na hora da refeição. Eles fazem com que você tenha a sensação de saciedade e por isso fica mais difícil você exagerar no prato ou atacar uma sobremesa. Alguns deles são: Alecrim, carqueja, gengibre, hibisco e chá verde.   Desinchar – diminuir a retenção de liquido Sabe aquela sensação que a gente tem de que ta parecendo um peixe boi? Que a gente se sente mega inchada? Então, isso pode ser o seu corpo retendo liquido. As causas podem ser várias como […]

Read More