Como reduzir o consumo de sal

Lou Caselli

4 de agosto de 2016

Nutrição

No Comment

 

Oi gente, tudo bom?

 

Sabe quando você se sente inchada? Quando parece que você está pesando o triplo? Então, a causa disso pode ser o consumo de sal em excesso na sua dieta.

 

Além de causar a retenção de liquido, ele pode trazer diversos problemas para a sua saúde.

 

Para falar um pouco mais do assunto, hoje trouxe um post do blog parceiro Dicas para perder peso

 

Como o próprio nome diz, lá tem muito conteúdo para quem está em busca do emagrecimento.

 

Você pode encontrar dicas de dietas, suplementos, exercícios e tudo que pode influenciar no processo de perda de peso.

 

Então continue lendo esse post para saber como fazer o consumo de sal de forma consciente e garantir uma alimentação saudável e cheia de sabor.

 


O consumo de sal ideal é menos que 5 gramas por dia, mas, em média, se consome 12 gramas.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o brasileiro ingere mais que o dobro da quantidade recomendada.

 

A nutricionista Tâmara Tambellini destaca que, culturalmente, as pessoas acreditam que comida bem temperada é sinônimo de salgada, mas isso não é verdade.

 

Reduzir o consumo de sal faz bem para a saúde e também para a dieta.


Chamado de cloreto de sódio, o sal é muito importante para o organismo. Esse mineral controla a hidratação dos tecidos e a pressão arterial,  e auxilia as funções dos neurônios e outras células.


Por outro lado, quando consumido em excesso, tem grande chance aumentar a pressão arterial, causar retenção hídrica, aumentar o risco de câncer gástrico, formar cálculos renais e impulsionar a osteoporose. Em 1 grama de sal (uma colher de café), tem cerca de 400 miligramas de sódio.

 



Como reduzir o consumo de sal

 

reduzir-consumo-de-sal-livenstyle

 


Nosso paladar demora, em média, três meses para se adaptar a mudança de hábitos. Portanto, antes de tudo, é preciso paciência e perseverança.

 

A redução gradativa é essencial para não desanimar. Abaixo algumas dicas para começar a redução:

 

  • Substitua o sal por outros temperos como orégano, alho, cebola, salsinha, cebolinha, alho-poró, ervas frescas ou secas (manjericão, hortelã, alecrim, tomilho e outras);
  • Não deixe o saleiro na mesa;
  • Experimente a comida antes de colocar o sal;
  • Evite usar temperos artificiais;
  • Fuja dos embutidos e industrializados.

 


Além do excesso de sódio, os embutidos também possuem altas concentrações de conservantes, como os nitratos e os nitritos, que são conhecidos por causarem alguns tipos de câncer.

 


#Alerta:


Especialistas destacam que os alimentos já prontos são os principais responsáveis pelo consumo excessivo do brasileiro.

 

O sódio destes produtos vem, principalmente, do glutamato monossódico e dos conservantes, que não acentuam o sabor salgado e passam despercebidos.


É importante a leitura dos rótulos dos produtos, observando os ingredientes e a informação nutricional.Se na porção de sódio estiver mais que 5%, evite consumir.



Tempere seu sal

 


A opção de sal temperado também auxilia a reduzir o consumo de sódio, principalmente porque substitui os temperos prontos. Confira quatro receitas para fazer com o sal:

 



Sal de Limão

 

Ingredientes:
  • Raspas de dois limões (tahiti ou siciliano);
  • 8 colheres de sopa rasas de sal grosso;
  • Alecrim desidratado (opcional);

 

Modo de preparo:


Soque os ingredientes em um pilão ou bata no liquidificador. Conserve em um recipiente bem fechado.

 


Sal de Ervas

 

Ingredientes
  • 3 tipos de ervas secas a gosto;
  • Sal;
  • Cebola e alho desidratados (opcional);

 

Modo de preparo:


Em um liquidificador, coloque a mesma medida de todos os ingredientes e bata. Conserve em um recipiente com tampa e use na mesma medida que o sal comum.

 


Tempero Pronto Caseiro

 

Ingredientes:
  • 3 cebolas;
  • 8 dentes de alho;
  • Cheiro-verde;

 

Modo de preparo:


Descasque o alho, pique a cebola grosseiramente e coloque junto com a salsinha e a cebolinha no multiprocessador. Bata até virar uma pasta. Coloque em um pote de vidro e guarde na geladeira ou no freezer.

 

Gersal


Ingredientes:
  • Sal;
  • Gergelim;

 

Modo de preparo:


Em um pilão ou na função pulsar do liquidificador, use quantidades iguais de sal e gergelim. Guarde em um pote com tampa, de preferência na geladeira.

 

Agora que você já sabe quais os benefícios de reduzir o consumo do sal e tem várias opções de sais aromáticos para substituir, que tal deixar o saleiro de lado na próxima refeição?

 

Diminua gradualmente as quantidades de sal que você utiliza na comida até que seu paladar se acostume.

 

Nunca é fácil mudar hábitos, mas estamos aqui para dar o nosso melhor e buscar o bem estar, certo?

 

Então tente fazer em casa e comenta aqui o que você achou da mudança!

 

Compartilhe esse post com seus amigos para ajuda-los a reduzir o consumo de sal e ter mais saúde também! 😉

 


Lou Caselli

Publicitária, criadora do blog Live' n Style, praticando equilíbrio, em busca de bem estar

Related Posts

Chá e seus benefícios: saiba em que situações tomar cada tipo!

Oi gente, tudo bom?   O inverno é o tempo perfeito para pegar um livrinho e tomar um cházinho debaixo do cobertor né? Mas não é só pra esses momentos que um cházinho vai bem viu! Tomar chá traz vários benefícios e se eu fosse você, incluía já no seu dia a dia.   O chá é a bebida preparada através da infusão de folhas, flores, raízes e frutos. Muito comum de ser ver em filmes como algo do cotidiano inglês, acredita-se que o chá surgiu na China como uma erva medicinal. Hoje em dia, ganhou um papel social na rotina das pessoas, mas ainda é muito utilizado pelos seus benefícios.   Continue lendo esse post para saber como prepará-lo, quais chás tomar para ter cada tipo de benefício (como diminuir a retenção de líquidos, acelerar o metabolismo, diminuir a TPM, etc), e remédios caseiros utilizando o chá.   Como fazer:   Com inúmeras opções de sabores, ele pode ser tomado quente ou frio (para aqueles dias de calor, sabe?) e existem muitas formas de você fazer:   Chá de saquinho: O mais comum, você coloca na água e espera alguns minutinhos até ficar pronto. Chá em pó: não precisa nem esperar, só misturar e tomar Chá de ervas e frutas em natura: Essa é um pouquinho menos prática. Você precisa esquentar a água, colocar a erva ou fruta (pode ser a casca também), abafar por alguns minutos e coar. O sabor dessa versão é muito mais acentuado que as versões de saquinho (boa opção para quem acha o chá meio sem graça, você pode deixar mais forte de acordo com a sua preferencia). Chá de lata: De certa forma, é a mais prática e é facilmente encontrada em lanchonetes, restaurantes, etc. Só tem que tomar muito cuidado pois muitas delas tem açúcar e conservantes, prefira o mais natural possível. Diga-me o que quer e direi qual chá tomar   Gente, quando eu falo que o chá tem muitos benefícios, não estou brincando, é muita coisa mesmo. Existem estudos que comprovam que alguns tipos de chá podem prevenir diabetes, doenças cardiovasculares e até o câncer. A maioria deles ajuda na digestão, mas cada erva, fruta, ou raiz tem funções específicas. Então, separei alguns benefícios interessantes para mostrar pra vocês.   *Se você é hipertenso, está grávida ou tem algum problema de saúde, converse com seu medico para saber quais chás você deve evitar! 😉   Diminuir o apetite Existem alguns chás que podem ajudar você a comer menos na hora da refeição. Eles fazem com que você tenha a sensação de saciedade e por isso fica mais difícil você exagerar no prato ou atacar uma sobremesa. Alguns deles são: Alecrim, carqueja, gengibre, hibisco e chá verde.   Desinchar – diminuir a retenção de liquido Sabe aquela sensação que a gente tem de que ta parecendo um peixe boi? Que a gente se sente mega inchada? Então, isso pode ser o seu corpo retendo liquido. As causas podem ser várias como […]

Read More

Como fazer pipoca sem óleo

Comer uma pipoquinha vendo um filme é a melhor coisa né gente?   A boa noticia é que ela é saudável, cheia de fibras e antioxidantes! Só não vale fazer com óleo e nem usar as de micro-ondas que vem cheia de gordura!   Uma opção é fazer na pipoqueira (eu tenho uma que comprei faz pouco tempo e estou amando), mas pra quem não tem, olha outras maneiras de preparar a pipoca sem óleo!   Só para ajudar na hora de fazer, lembrem: ½ xicara de milho = 1 bacia de pipoca   No saco de pão Sabe aquele saquinho bem simples que vem o pão da padaria?   Então, é só colocar o milho da pipoca dentro e fechar bem enrolando as pontas.   Coloque uma folha de papel toalha embaixo do saco de pão e depois leve ao micro-ondas por uns 3 minutos.     Com água no micro-ondas Em uma tigela de vidro, coloque o milho da pipoca com uma colher de sopa, e depois coloque o mesmo numero de colheres de água.   Coloque o sal a gosto e misture. Cubra a tigela inteira com plastico filme e faça 3 furos com um palito de dente para sair o vapor.   Coloque no micro-ondas por uns 8 minutos (muda muito pra cada micro-ondas, então fique de olho).   Quando estourar tudo, tire do micro-ondas com muito cuidado, porque a tigela vai estar mega quente!   NÃO coloque em uma superfície gelada ou com água senão a tigela vai quebrar (experiência própria viu). Tire o plástico e transfira para um outro recipiente! 😉     Na panela Minha sugestão é usar uma panela com a tampa de vidro, mas se você não tiver, não tem problema.   Coloque a panela com tampa para esquentar. Depois de um minuto, coloque o milho.   Deixe por mais ou menos 30 segundos e depois levante a panela e mexa a panela no ar para que o milho se movimente.   Repita isso de 20s em 20s até que a pipoca toda tenha estourado.   Agora é só escolher o filme que você quer ver e aproveitar! 😉   Conhece mais algum jeito de fazer pipoca fit ou tem alguma duvida? Comenta aqui embaixo!   Se você gostou, compartilhe com seus amigos! =)     Relacionado

Read More
Louise Caselli

Louise Caselli

Publicitária, criadora do blog Live' n Style, compartilhando experiencias e coisas boas! =)

Saiba mais aqui →

Newsletter

Acompanhe também:

Facebookpinterestyoutubeinstagrammail

Pesquisar

Siga lou.caselli no Instagram