Dia do lixo: tudo o que você precisa saber para quebrar a sua dieta direito

Lou Caselli

18 de dezembro de 2016

Fitness, Nutrição

No Comment

Oi gente, tudo bom?

 

Como vocês sabem uns anos atrás, quando eu comecei a fazer musculação, eu mudei meus hábitos alimentares (se você não sabe como foi, clica aqui!).

 

Hoje eu tenho uma rotina de treino aliada com uma alimentação saudável, e como eu gosto de falar, eu vivo em dieta.

 

Eu tento fazer as melhores escolhas todos os dias, mas isso não quer dizer que eu não quebre a minha dieta.

 

Alias, as vezes é bom quebrar a dieta! Esse é o famoso dia do lixo (ou dia livre, refeição de gala, ou o que preferir) e é dele que vamos falar hoje!

 

Vou tirar todas as dúvidas que você tem sobre ele e tentar simplificar ao máximo para que você possa aproveitar seu dia do lixo a vontade!

 

Então continue lendo para saber porque e como você deve fazer o seu dia do lixo para não avacalhar com os seus resultados.

 

O que é o dia do lixo?

 

o-que-e-o-dia-do-lixo-livenstyle

 

Bom, vamos começar então entendendo o que é o dia do lixo exatamente.

 

A primeira coisa é que esse nome é um pouco errado, porque na verdade não se trata de um dia do lixo e sim de uma refeição do lixo.

 

É um dia em que você sai da sua dieta, ou seja, você pode comer tudo que tiver vontade, seja doce, fritura, massa, ou o que for.

 

Tá, mas como isso vai ajudar na sua dieta né? Calma, que a gente chega lá!

 

Porque fazer o dia do lixo?

 

Ninguém tá maluco aqui não! Tem um motivo para a gente fazer isso e que você vai adorar.

 

Eu não sou especialista e vou explicar da forma mais simples, tá?

 

Quando a gente faz dieta, no início a gente perde bastante peso e depois de um tempo dá uma estagnada né?

 

Isso acontece porque o seu corpo começa a perceber que está recebendo menos energia (porque você está comendo menos ou melhor) e entra em estado de alerta.

 

Ele entende que como ele não está mais recebendo tanta energia, para sobreviver ele tem que parar de queimar gordura (que é a sua reserva de energia).

 

É aí que o dia do lixo entra, pra dar uma enganada no corpo!

 

Você come essas coisas mais calóricas e deixa ele achando que tá tudo bem, para ele não estagnar e pra você continuar perdendo gordura, entendeu?

 

Além disso, o dia do lixo serve para você manter o equilíbrio na sua vida.

 

Porque por mais que a gente goste de ter uma vida saudável, a gente também tem vontade de comer coisas fora da dieta.

 

Mas vamos lá, a gente precisa de bom senso, então vamos entender como fazer isso direto.

 

Como fazer o dia do lixo?

 

como-fazer-dia-de-lixo-livenstyle

 

Que pergunta né? Essa parte é fácil, só comer o que der vontade ué!

 

Então, não é bem assim…

 

Pra começar que muita gente erra porque ao invés de fazer uma única refeição do lixo, faz um final de semana do lixo ou até mais.

 

Segundo que galera se empolga e acaba comendo até o pé da mesa com nutella.

 

Aí não dá né? Você tem que enganar o corpo, não afogar ele em gordura!

 

Um dia do lixo “mal feito” pode detonar com tudo o que você já alcançou, então vamos entender melhor como funciona.

 

No dia do lixo você tem algumas opções:

  1. Comer coisas mais gordinhas como doces, frituras, massas, etc.
  2. Comer as coisas da sua dieta em maior quantidade.
  3. Cheatclean – comer coisas que, mesmo sendo saudáveis, não fazem parte da sua dieta (normalmente para dietas muito restritas mesmos, como de atletas profissionais).

 

Qualquer uma delas já vai dar uma balançada no seu organismo e impedir que ele pare de queimar gordura.

 

A segunda opção é uma forma mais “light” de fazer o dia do lixo e muita gente usa essa opção no dia dos treinos mais pesados para ter mais energia (mas isso não é obrigatório).

 

O cheatclean é um dia do lixo mais light ainda pra quem está muito focado. Então por exemplo, em uma dieta sem glúten e sem lactose, comer iogurte ou fazer uma sobremesa integral diet.

 

Com que frequência fazer?

 

com-que-frequencia-fazer-dia-do-lixo-livenstyle

 

Dia do lixo é uma quebra da rotina da dieta, ou seja, ele é feito DE VEZ EM QUANDO!

 

Não adianta querer fazer dia sim, dia não que não vai funcionar…

 

Mas então, qual a frequência ideal?

 

Bom, essas coisas variam muito e ninguém nunca consegue dar um tempo exato… Pesquisei bastante e segundo os sábios da internet, esse tempo é em torno de 10 dias.

 

Maaaaaaaas, para adaptar isso ao final de semana, a maioria das pessoas faz a cada 7 dias.

 

Isso não quer dizer que você precise fazer o dia do lixo obrigatoriamente a cada 7 ou 10 dias.

 

O que eu normalmente faço é utilizar o dia do lixo para aquelas ocasiões que eu to com muita vontade de comer alguma coisa específica, como ir em uma hamburgueria que eu não conheço por exemplo.

 

Ou quando você tem algum evento como aquela pizza entre amigos que você não vai querer se preocupar com dieta ou coisa assim.

 

Então se tem um final de semana que você não tem nenhum evento desse, que vai ficar em casa e que não ficou com muita vontade de comer nada, não faça o dia do lixo. Deixe para o próximo final de semana (aí vai ser uns 15 dias entre um e outro, tá ótimo!).

 

Quando devo começar a fazer o dia do lixo?

 

Pera, mas que pergunta é essa? Você não disse que é mais ou menos a cada 10 dias?

 

Sim, eu disse, mas o dia do lixo é pra quem já faz dieta a um tempo, não pra quem começou ontem.

 

O dia do lixo serve para ajudar naquele período em que corpo já se acostumou com a dieta e a perda de peso se torna mais difícil.

 

Então, primeiro você tem que fazer dieta e dar um tempo para começar a usar desse artifício.

 

De novo, o tempo ideal muda bastante de pessoa para pessoa, mas eu imagino que uma média boa é de 3 a 4 semanas (pois é, tem que fazer um sacrificiozinho).

O início não vai ser fácil, mas nenhuma mudança de hábitos é, então tente fazer essa forcinha que vai compensar, tá?

 

E enquanto você não pode comer as coisas gordinhas no dia do lixo, você pode fazer vários doces fit (tem um monte aqui no Live’ n Style) para ajudar na hora do desespero! 

 

#DICAS EXTRAS

 

Com planejamento é mais fácil

 

Como eu já falei, o dia do lixo normalmente é feito nos finais de semana por a gente ter mais eventos e ser mais difícil de manter a dieta.

 

E de novo, não dá pra fazer um final de semana inteiro do lixo, é só uma refeição.

 

Mas se você tem happy hour com o pessoal de trabalho na sexta, pizza com os amigos no sábado e festinha de criança no domingo, como faz?

 

Bom, é só você se planejar né? Pense em qual desses eventos vai ser mais complicado de manter a dieta ou em qual você preferiria quebrar a dieta.

 

Por exemplo, se fosse eu, eu escolheria a pizza com os amigos, que normalmente é mais íntimo e você fica mais tranquilo.

 

O Happy Hour pra mim é mais de boa, porque não sou muito de beber. Aí daria pra comer um lanche antes de sair do trabalho e dava pra tomar um suco lá.

 

A festa de criança seria complicada, mas também dava pra comer algo antes de ir e ficar longe da mesa do bolo, hahahaha!

 

Então não quebre a dieta na primeira oportunidade, pense também nos outros momentos que você terá que resistir a tentações.

 

Cuidado com a ansiedade

 

ansiedade-dia-do-lixo-livenstyle

 

Como o dia do lixo acontece só de vez em quando, na hora que comemos aquelas coisas mais gordinhas, é muito fácil se deixar levar pela empolgação e ansiedade e exagerar na dose.

 

A ansiedade pode atrapalhar qualquer dieta, como já falamos nesse post aqui, mas no dia do lixo ela tem um poder ainda maior.

 

Você começa o dia do lixo bem, tem uma refeição fora da dieta, come uma sobremesa boa e já está satisfeita.

 

O problema é que nesse momento sua cabeça começa a pensar: Acabou, agora só no próximo dia do lixo.

 

E você começa a se sentir ansiosa e pensar, deixa eu comer mais um pouquinho então, porque depois não vou poder comer mais.

 

E isso ai pode durar muito tempo, você tenta compensar a vontade de comer de toda semana nessa refeição e nunca consegue parar de comer.

 

Aí só quando você já tá quase passando mal que você percebe que exagerou e se sente culpada.

 

E fazer um dia do lixo assim, não vai te ajudar em nada, não faz bem para você nem para a sua dieta.

 

Então sempre que fizer seu dia do lixo, tenha consciência disso.

 

Respire fundo e mantenha a calma. Tente pensar sempre: Eu já estou satisfeita? Já matei minha vontade de comer tal coisa?

 

Dessa forma você vai conseguir entender se ainda pode comer mais um pouquinho ou se está se deixando levar pela ansiedade.

 

Regra do Vale a pena

 

milkshake-de-churros-oburguer

 

A regra do vale a pena é algo que eu uso muito e me ajuda a manter a dieta em várias situações do dia a dia.

 

Eu sempre digo: Se é pra quebrar a dieta, tem que valer a pena!

 

A regra é a seguinte, sempre que aparecer alguma coisa que você tá com vontade de comer que não faz parte da sua dieta, você tem que se perguntar: Isso vale quebrar a dieta?

 

E aí você vai começar a pensar nas coisas que mais gosta de comer. Essas coisas são as tops, ou seja, as que mais valem a pena quebrar a dieta.

 

Então você usa essas coisas como referência para saber o quanto você quer comer aquilo.

 

Vou dar um exemplo:

Você tá no trabalho, numa terça feira e aparece alguém com uma caixa de bombons. Aí você pensa no que mais gosta de comer (brigadeiro de colher no meu caso).

 

Você prefere gastar o seu dia do lixo nesses bombons agora ou usar para comer um brigadeiro de colher no final de semana?

 

E não falha, normalmente essas coisas que aparecem de repente não valem a pena. Não por não serem gostosas, mas o prazer que você tem com outras coisas é muito maior.

 

E não precisa ser com uma única coisa que você mais gosta, mas com coisas que você já está se planejando de quebrar a dieta.

 

Por exemplo: Você sabe que no final de semana você vai comer pizza com os amigos, ai aparece aquela pessoa com a caixa de bombons.

 

Você prefere comer a caixa de bombons agora ou aproveitar o dia de pizza com os amigos?

 

Você pode até fazer uma escala, você dá notas para as comidas e só vale a pena quebrar a dieta se for um 10 (e se você já não tiver quebrado naquela semana, né? Já falamos sobre a frequência ali em cima).

 

Um exemplo é a foto aqui de cima, que é o milkshake de churros do O Burguer que tomei outro dia. Vai me dizer se não vale a pena! Ou você preferiria os bombons?

 

Eu sempre falo dessa tática e todas as pessoas já me falaram que ela ajuda demais.

 

Então a próxima vez que aparecer uma tentação, tente usar a regra do vale a pena.

 

O dia seguinte

 

dia-seguinte-dia-do-lixo

 

Então, para concluir esse post, vamos falar sobre o dia seguinte do dia do lixo.

 

Independentemente se você fez o dia do lixo da maneira certa ou se exagerou na dose, no dia seguinte você deve voltar a sua dieta normal e seguir sua rotina.

 

Lembre-se que o dia do lixo foi feito para ajudar a melhorar os seus resultados. Mas mesmo que você tenha exagerado, agora já não adianta se desesperar e se sentir culpada.

 

O que passou, passou e o importante é voltar com tudo! Se quiser pode fazer um dia com uma dieta um pouco mais leve que o normal e fazer um pouquinho mais de aeróbio na academia.

 

Não se preocupe em se pesar, pois existe sim, uma chance de você ter engordado um pouco de um dia para o outro (mas vai perder ainda mais depois, então calma).

 

Viver em equilíbrio

 

equilibrio-dia-do-lixo-livenstyle

 

Por mais que a gente goste de manter uma rotina saudável, o dia do lixo é muito bom para poder aproveitar outras coisas sem prejudicar tudo o que você conquistou.

 

Além disso, é uma forma de você manter um equilíbrio na sua vida.

 

Ter uma vida saudável não quer dizer que você nunca mais vai quebrar a dieta, só quer dizer que você tem muito mais consciência de todas as suas escolhas.

 

O dia do lixo também é uma escolha e você pode decidir como você vai fazer de acordo com o seu momento de vida (e de dieta).

 

Faça a melhor escolha para você e aproveite!

 

Então, já sabe como fazer o seu dia do lixo? Ainda ficou com alguma duvida? Comenta aqui embaixo!

 

Compartilhe esse post com seus amigos para que eles também possam fazer o dia do lixo para alcançar seus resultados!

 


 

Lou Caselli

Publicitária, criadora do blog Live' n Style, praticando equilíbrio, em busca de bem estar

Related Posts

Chá e seus benefícios: saiba em que situações tomar cada tipo!

Oi gente, tudo bom?   O inverno é o tempo perfeito para pegar um livrinho e tomar um cházinho debaixo do cobertor né? Mas não é só pra esses momentos que um cházinho vai bem viu! Tomar chá traz vários benefícios e se eu fosse você, incluía já no seu dia a dia.   O chá é a bebida preparada através da infusão de folhas, flores, raízes e frutos. Muito comum de ser ver em filmes como algo do cotidiano inglês, acredita-se que o chá surgiu na China como uma erva medicinal. Hoje em dia, ganhou um papel social na rotina das pessoas, mas ainda é muito utilizado pelos seus benefícios.   Continue lendo esse post para saber como prepará-lo, quais chás tomar para ter cada tipo de benefício (como diminuir a retenção de líquidos, acelerar o metabolismo, diminuir a TPM, etc), e remédios caseiros utilizando o chá.   Como fazer:   Com inúmeras opções de sabores, ele pode ser tomado quente ou frio (para aqueles dias de calor, sabe?) e existem muitas formas de você fazer:   Chá de saquinho: O mais comum, você coloca na água e espera alguns minutinhos até ficar pronto. Chá em pó: não precisa nem esperar, só misturar e tomar Chá de ervas e frutas em natura: Essa é um pouquinho menos prática. Você precisa esquentar a água, colocar a erva ou fruta (pode ser a casca também), abafar por alguns minutos e coar. O sabor dessa versão é muito mais acentuado que as versões de saquinho (boa opção para quem acha o chá meio sem graça, você pode deixar mais forte de acordo com a sua preferencia). Chá de lata: De certa forma, é a mais prática e é facilmente encontrada em lanchonetes, restaurantes, etc. Só tem que tomar muito cuidado pois muitas delas tem açúcar e conservantes, prefira o mais natural possível. Diga-me o que quer e direi qual chá tomar   Gente, quando eu falo que o chá tem muitos benefícios, não estou brincando, é muita coisa mesmo. Existem estudos que comprovam que alguns tipos de chá podem prevenir diabetes, doenças cardiovasculares e até o câncer. A maioria deles ajuda na digestão, mas cada erva, fruta, ou raiz tem funções específicas. Então, separei alguns benefícios interessantes para mostrar pra vocês.   *Se você é hipertenso, está grávida ou tem algum problema de saúde, converse com seu medico para saber quais chás você deve evitar! 😉   Diminuir o apetite Existem alguns chás que podem ajudar você a comer menos na hora da refeição. Eles fazem com que você tenha a sensação de saciedade e por isso fica mais difícil você exagerar no prato ou atacar uma sobremesa. Alguns deles são: Alecrim, carqueja, gengibre, hibisco e chá verde.   Desinchar – diminuir a retenção de liquido Sabe aquela sensação que a gente tem de que ta parecendo um peixe boi? Que a gente se sente mega inchada? Então, isso pode ser o seu corpo retendo liquido. As causas podem ser várias como […]

Read More

Como fazer pipoca sem óleo

Comer uma pipoquinha vendo um filme é a melhor coisa né gente?   A boa noticia é que ela é saudável, cheia de fibras e antioxidantes! Só não vale fazer com óleo e nem usar as de micro-ondas que vem cheia de gordura!   Uma opção é fazer na pipoqueira (eu tenho uma que comprei faz pouco tempo e estou amando), mas pra quem não tem, olha outras maneiras de preparar a pipoca sem óleo!   Só para ajudar na hora de fazer, lembrem: ½ xicara de milho = 1 bacia de pipoca   No saco de pão Sabe aquele saquinho bem simples que vem o pão da padaria?   Então, é só colocar o milho da pipoca dentro e fechar bem enrolando as pontas.   Coloque uma folha de papel toalha embaixo do saco de pão e depois leve ao micro-ondas por uns 3 minutos.     Com água no micro-ondas Em uma tigela de vidro, coloque o milho da pipoca com uma colher de sopa, e depois coloque o mesmo numero de colheres de água.   Coloque o sal a gosto e misture. Cubra a tigela inteira com plastico filme e faça 3 furos com um palito de dente para sair o vapor.   Coloque no micro-ondas por uns 8 minutos (muda muito pra cada micro-ondas, então fique de olho).   Quando estourar tudo, tire do micro-ondas com muito cuidado, porque a tigela vai estar mega quente!   NÃO coloque em uma superfície gelada ou com água senão a tigela vai quebrar (experiência própria viu). Tire o plástico e transfira para um outro recipiente! 😉     Na panela Minha sugestão é usar uma panela com a tampa de vidro, mas se você não tiver, não tem problema.   Coloque a panela com tampa para esquentar. Depois de um minuto, coloque o milho.   Deixe por mais ou menos 30 segundos e depois levante a panela e mexa a panela no ar para que o milho se movimente.   Repita isso de 20s em 20s até que a pipoca toda tenha estourado.   Agora é só escolher o filme que você quer ver e aproveitar! 😉   Conhece mais algum jeito de fazer pipoca fit ou tem alguma duvida? Comenta aqui embaixo!   Se você gostou, compartilhe com seus amigos! =)     Relacionado

Read More
Louise Caselli

Louise Caselli

Publicitária, criadora do blog Live' n Style, compartilhando experiencias e coisas boas! =)

Saiba mais aqui →

Newsletter

Acompanhe também:

Facebookpinterestyoutubeinstagrammail

Pesquisar

Siga lou.caselli no Instagram